A Morte...

Quase sempre chega de surpresa. Quando prevista em um diagnóstico, deixa um misto de medo e angústia que sufoca, desespera. Mas, numa força maior, surge a esperança de vencê-la, ou ao menos adiá-la... Mas a morte chega no silêncio da noite, no embalar de uma tarde ou na paz serena do amanhecer... Chega e arrasa, leva-nos a paz, ficamos sem chão.. Toda a tristeza se faz presente...

A morte, o improviso da vida, "leva-nos" ou "leva alguém" tão nosso, tão amado, tão amigo, numa surpresa inesperada ou incerteza prevista, deixando-nos marcas profundas e uma dor intensa... E quem era tão presente se faz ausente. Parte nessa viagem chamada "morte". Viagem sem volta...

Estranho saber que essa viagem existe, única certeza desde que nascemos. Existe, mas nos esconde a hora, o dia em que ocorrerá... Como entender? Como aceitar? Tanta dor! Como suportar tanta saudade? Como continuar sem ver, sem abraçar, sem mais poder tocar?

Entender? Nem pensar... Aceitar, sim, como parte necessária de nossa evolução, encontrando no Criador, em Deus, a Força e a Confiança n'Ele, que tem Seus Mistérios, Suas Razões... Enfim, Ele, que nos deu a vida...

A morte não é o fim e sim uma separação temporária. O dia do reencontro é tão certo quanto o dia da partida, ainda que não saibamos quando ocorrerá. Temos de aprender a conviver sem o nosso ente querido, a abraçá-lo com o coração. Fechar os olhos e relembrar os momentos juntos, as conversas, no silêncio do Amor... Confiar na Sabedoria Sublime do Criador e continuar nossa jornada por esse planeta, mantendo o Amor que é eterno, intenso, mais forte que a morte... Nesse Amor devemos nos sustentar...

O tempo, essa magia que nos conforta e nos acalma, vira um companheiro, cúmplice da própria saudade e da superação... Assim, de repente percebemos que o tempo passou e que continuamos, com o mesmo Amor pelo ente querido que partiu... O Amor não acabou e no coração resta um lugar para ele guardado por toda a eternidade...

Conheço, sim, a dor da morte de um ser amado. Passei por isso também e aqui estou para dizer que temos de continuar, vencer cada dia, alimentar a confiança em Deus - não podemos nos entregar e deixar a vida passar sem o seu real sentido - a vida sempre vale a pena.

Nenhum comentário:

Postar um comentário